Atlético-GO diz estar perto de Cimento Tocantins

A negociação entre Atlético Goianiense e Cimento Tocantins deve chegar ao fim na próxima semana. O atual contrato, fechado provisoriamente para um mês, se encerra no último dia de setembro, e a direção do clube espera já estar com um acordo definitivo assinado com a empresa.

O contrato em vigor atualmente já havia sido renovado no início do mês. Em negociação com o clube goiano, a Cimento Tocantins queria uma assinatura para até o fim do ano, mas o Atlético insistiu em um acordo mais longo. A solução foi fechar um patrocínio de um mês para alongar as negociações.

Com essa situação, o acordo foi refeito no fim de agosto. Dessa forma, em outubro a Cimento Tocantins, que chegou a ser exposta no uniforme atleticano mesmo sem um contrato em vigor, chegaria ao seu terceiro mês no clube goiano.

O temor da Cimento Tocantins é de um possível rebaixamento do Atlético Goianiense. Em décimo lugar na Série A do Campeonato Brasileiro, esse cenário está cada vez mais distante. Ainda assim, mesmo com a confiança do clube, uma semana não será o suficiente para determinar a permanência da equipe.

O desejo do Atlético é fechar um acordo melhor, que dê segurança à diretoria para permanecer mais um ano na Série A e começar a almejar mais dentro do torneio. Em patrocínios, no entanto, o time ainda sofre. Hoje, o clube não negocia com mais nenhuma empresa, mesmo com propriedades no uniforme disponíveis, como a manga do uniforme.