Audi aposta em polo em busca de sofisticação

No próximo sábado, a segunda edição do São José Copa Ouro – Audi Brasil, de polo, chega à sua decisão. Mais uma vez em um evento da modalidade, a montadora de automóveis que dá o nome à competição mira no esporte algo específico do próprio polo. Em meio aos endinheirados que envolvem a Copa, a Audi que ser vista com sofisticação.

Com foco em um público restrito àqueles que podem despejar mais de R$ 90 mil em um carro de passeio, a Audi tem, no Brasil, se associado a esportes pouco populares no país. Antes do polo, o golfe tinha a atenção da montadora. E, para os próximos anos, a estratégia não deve ser diferente.

Na Europa, a marca é patrocinadora de clubes como o Manchester United e Real Madrid, mas no Brasil o investimento em um clube de futebol ainda não faz sentido para a Audi. Segundo o diretor de marketing da empresa, Leandro Rodomile, não há público para isso. “Na Europa o número de consumidor é muito maior. No Brasil, temos ações focadas em um publico diferenciado”, afirmou.

No polo, a empresa encontra a sofisticação que tem buscado, onde avalia ter o melhor retorno de marca. No caso da Copa Ouro, a empresa contará com o patrocínio a duas equipes e, entre o público, colocará modelos de automóveis para exposição. Para os interessados, haverá a possibilidade de realizar um teste drive com um modelo da Audi.

No Brasil, o polo já serviu até para apresentar um novo carro. Em uma das Copas Ouro anteriores, a empresa aproveitou o patrocínio para divulgar o seu Audi A5 para um público premium. Nas lojas, o esportivo ultrapassava o valor de R$ 250 mil.