Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Auditoria revela problemas na Rússia sobre Vancouver-2010

Redação Publicado em 06/07/2010, às 16h00

Os Jogos Olímpicos de Inverno de Vancouver, disputados neste ano, já acabaram há meses. No entanto, uma polêmica sobre a competição incendiou o debate sobre ela na Rússia nesta semana. O país europeu revelou resultados de uma auditoria sobre gastos com a preparação para o evento.

O levantamento apontou gasto de 186 milhões de euros com a preparação da Rússia para os Jogos Olímpicos. O problema é que o país obteve apenas 15 medalhas, e só três delas são de ouro. Isso quer dizer um investimento de 12,4 milhões de euros por medalha.

Quatro anos antes, nos Jogos de Inverno disputados em Turim, a Rússia teve um gasto cinco vezes menor por medalha. O desempenho do país também foi bem superior: oito ouros conquistados.

A divulgação do balanço deste ano criou grande pressão sobre o ministro do Esporte da Rússia, Vitaly Mutko, para que ele renuncie ao cargo. O político não quis comentar os resultados do levantamento ou as consequências disso.

O que faz a pressão ser ainda maior sobre o ministro é que a próxima edição dos Jogos Olímpicos de inverno acontecerá na Rússia. O evento de 2014 terá Sochi como sede, e o governo local exige que o desempenho tenha uma evolução até lá.

O levantamento de custos deste ano é um exemplo disso. A auditoria foi pedida pelo presidente russo, Dmitry Medvedev, preocupado com a falta de resultados em Vancouver. Quando solicitou o estudo, o dirigente disse que sua principal preocupação era o desperdício de recursos.

Além do dinheiro para preparar a delegação que disputou os Jogos Olímpicos deste ano, a Rússia investiu 31 milhões de euros na promoção de Sochi-2014 (19 milhões de euros nas Olimpíadas e 12 milhões de euros nas Paraolimpíadas).