Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Autoridades proíbem vuvuzela da Hyundai

Redação Publicado em 21/06/2010, às 08h00 - Atualizado às 11h00

Imagem Autoridades proíbem vuvuzela da Hyundai

Uma das principais ações da Hyundai para a Copa do Mundo de 2010, a vuvuzela gigante que a empresa montou na Cidade do Cabo não poderá ser tocada. Autoridades locais vetaram que a companhia usasse o artefato, com a alegação de que isso poderia atrapalhar o tr"nsito.

A vuvuzela azul construída pela Hyundai na Cidade do Cabo tem 35 metros de extensão e foi colocada em uma região central da cidade. O objeto funciona como uma versão em larga escala das cornetas de mão, acionada por um controle remoto.

A ação já rendeu à Hyundai o título da maior corneta já construída no mundo, recorde ainda não homologado pelo Guiness Book. A empresa conseguiu fazer testes de som com o objeto, mas sua utilização durante a Copa foi proibida porque poderia assustar e atrapalhar o tr"nsito na região.

Nos estádios ou fora deles, a vuvuzela se transformou no objeto que simboliza a Copa do Mundo de 2010. Tornou-se corriqueiro o barulho da corneta nos estádios da África do Sul, mas também nas ruas, shoppings, lojas ou restaurantes. Não há estimativas precisas sobre a quantidade de artefatos vendidos no país durante a competição.