Bahia bate Fla-Flu e Corinthians nas bilheterias

Baianos obtiveram maiores receitas bruta e líquida da 9ª rodada

Baianos obtiveram maiores receitas bruta e líquida da 9ª rodada

Embora tivesse o clássico entre Fluminense e Flamengo a ser disputado no Rio de Janeiro, a 9ª rodada do Campeonato Brasileiro foi dominada por outra equipe, a muitos quilômetros de dist"ncia, em termos financeiros. O Bahia, ao empatar com o Botafogo por 1 a 1, obteve as maiores receitas bruta e líquida dessa etapa.

Com mais de 32 mil torcedores pagantes, o clube tricolor conseguiu arrecadação de R$ 787 mil, dos quais, quando descontadas as despesas oriundas de manutenção do estádio e taxas, R$ 502 mil foram efetivamente depositados nos cofres da equipe. Nenhuma outra agremiação chegou a tanto nessa rodada do Nacional.

Ao levar 23 mil fãs para o Engenhão, o confronto entre cariocas conseguiu renda bruta de R$ 656 mil, mas esse valor foi depenado por gastos e penhoras. Apenas para pagamento de dívidas passadas, o Fluminense teve de abrir mão de R$ 359 mil. Por essa razão, ambas as equipes deixaram o Engenhão sem nem um centavo a mais.

Mesmo o Atlético-GO, cujos números atingiram pico por ter enfrentado o Corinthians, manteve-se longe dos valores baianos. Com 19 mil torcedores, foram amealhados no estádio Serra Dourada R$ 528 mil, dos quais R$ 402 mil representam o lucro atleticano. O terceiro maior lucro, após Bahia e Atlético-GO, foi do Palmeiras (R$ 212 mil).