Bahia quer usar “estreia” na Séria A para retomar sócios

No próximo domingo, o Bahia entra em campo diante de sua torcida pela primeira vez desde que retornou à Série A. Com expectativa de estádio lotado, a direção do clube espera fazer com que o torcedor perceba a import"ncia da associação para acompanhar a equipe, principalmente em um momento de possível alta nos estádios.

O plano para a obtenção de novos sócio-torcedores ficou prejudicado após a campanha irregular da equipe baiana. Depois da empolgação pela classificação final na Série B e o consequente retorno à Série A, o time perdeu jogadores, não foi nem à decisão do Campeonato Baiano e ficou longe de empolga sua torcida.

No Campeonato Brasileiro, o cenário deve ser diferente. Agora a cúpula do marketing só espera o orçamento final da nova campanha para poder estipular exatamente o que pode ser feito. A ideia inicial é investir em mídia, como em anúncios na televisão e em outdoors. O plano traçado permanece igual ao estimado no início do ano: dobrar a quantidade de sócio e chegar a 10 mil até julho.

No início do ano, o otimismo imperava no Bahia. O clube tinha conseguido três mil torcedores antes mesmo da campanha da época ter se iniciado. Até então, o apelo foi um viral colocado na internet sobre o plano. A empolgação pela Série A chamou os torcedores e a ideia da diretoria baiana era ter 10 mil torcedores já na primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Nova camisa

Antes da partida contra o Flamengo, no próximo domingo, o Bahia vai apresentar seu novo uniforme, em um evento na tribuna de honra do estádio Pituaçu. Após a exibição para imprensa e convidados, o time fará a estreia oficial, dessa vez em campo.