Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Balotelli é multado e suspenso na Inglaterra por racismo e antissemitismo

Jogador terá que pagar R$ 104 mil por postar imagem que brincava com personagem de videogame

Adalberto Leister Filho - São Paulo (SP) Publicado em 19/12/2014, às 11h46

Imagem Balotelli é multado e suspenso na Inglaterra por racismo e antissemitismo

O polêmico post de Balotelli no Instagram

Normalmente vítima de racismo, o atacante Mario Balotelli, do Liverpool, conseguiu uma proeza: levar multa de R$ 104 mil e ainda ser punido, com uma partida de suspensão, por atitude racista e antissemita.

A punição foi imposta de forma definitiva pela federação inglesa (FA) por causa de uma polêmica postagem do jogador no Instagram. Na imagem, o personagem de videogame Super Mario com a mensagem: “Não seja racista, seja como Super Mario. É um encanador italiano, criado por japoneses, que fala inglês e parece um mexicano. Salta como um negro e recolhe moedas como um judeu”.

Para a FA, a imagem publicada era “abusiva, insultante e inadequada”. Além disso, “a publicação representa uma grave violação às regras da FA, referindo-se à origem étnica, cor, raça, nacionalidade, religião ou crenças”.

A entidade também deu ordem para que o jogador passasse por um programa de educação. Após a difusão da mensagem, o atleta se justificou dizendo que é “um antirracista bem-humorado” e que sua mãe é judia. “Na foto, aparece Super Mario e pensei que era engraçado e não ofensivo. De novo, peço desculpas. Nem todos os mexicanos têm bigode, nem todos os negros saltam alto e nem todos os judeus são encantados com o dinheiro”, afirmou o jogador em sua conta no Twitter.

A punição chega em péssima hora, já que sua equipe, o Liverpool, ocupa apenas a 11ª posição do Campeonato Inglês. O time vem de uma derrota por 3 a 0 para o Manchester United, na última rodada, e terá novo clássico, contra o Arsenal, no fim de semana. 

O curioso é que Balottelli já foi vítima de racismo em várias ocasições. Durante treino da Itália em Florença, para a Copa do Mundo do Brasil, o atacante foi chamado por um torcedor de “negro de m...”. O indivíduo acabou detido pelos carabinieri, a polícia italiana.