Basquete do Flamengo iguala futebol do Prudente

Marcelinho, do Flamengo, é cestinha do NBB, com 33 pontos

Marcelinho, do Flamengo, é cestinha do NBB, com 33 pontos

Não é sempre que acontece, mas o basquete, em determinadas circunst"ncias, já pode se gabar por superar o futebol em alguns quesitos. A equipe de basquete do Flamengo, integrante do Novo Basquete Brasil (NBB), conseguiu igualar a arrecadação em bilheterias do Grêmio Prudente, do Campeonato Brasileiro.

O time paulista de futebol, em partida válida pela 36ª rodada do torneio nacional, obteve cerca de R$ 6,9 mil com a venda de ingressos. Com a presença de 842 pessoas, o clube empatou por 1 a 1 com o Ceará, mas nada pôde fazer para se livrar do rebaixamento à Série B da competição, já sacramentado.

A equipe de basquete, por outro lado, arrecadou aproximadamente R$ 6,6 mil na vitória contra o Vila Velha/Garoto/BMG/UVV. Em número de espectadores, o Flamengo superou o clube paulista de futebol e atraiu 1.000 pessoas. Caso comparados os lucros, haveria ainda mais motivos para festejar.

O sistema proporcionado pela Liga Nacional de Basquete (LNB), entretanto, não especifica qual foi o montante gasto pelo anfitrião com despesas, número disponível no sistema da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Com esse aspecto somado, o Prudente registrou prejuízo de R$ 20 mil.

Obviamente, tal comparação deve ser feita levando em consideração o abismo que separa ambos os esportes. No caso do futebol, a equipe paulista já está rebaixada à segunda divisão há várias rodadas, possui os piores números em termos de arrecadação e é sediada em Prudente, cidade do interior.

O Flamengo, por sua vez, desponta como principal favorito ao título de basquete, detém os melhores resultados nas bilheterias e está localizado na capital do Rio de Janeiro. De qualquer maneira, caso enfrentasse equipes mais tradicionais, o clube rubro-negro poderia ter se saído ainda melhor.