Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

BeIN paga US$ 40 milhões para mostrar a Euro na França

Canal amplia relacionamento com a Uefa e terá 28 jogos exclusivos da competição

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 09/01/2020, às 09h37 - Atualizado às 12h37

Imagem BeIN paga US$ 40 milhões para mostrar a Euro na França

A emissora de televisão por assinatura do Qatar, BeIN Sports, comprou os direitos na França para a Euro 2020. O negócio é avaliado em cerca de US$ 40 milhões e permitirá ao canal exibir os 51 jogos da Euro, sendo que 28 partidas terão transmissão exclusiva da BeIN.

O negócio representa uma queda no valor arrecadado pela Uefa na venda dos direitos da Euro para o território francês. Para mostrar a edição de 2016 da competição, a BeIN pagou € 60 milhões (cerca de US$ 67 milhões). A diferença é que a competição daquele ano foi realizada na França, o que aumentava o interesse do mercado local na aquisição dos direitos de transmissão.

"Com seu novo formato de 24 equipes, a Euro deste ano está maior e melhor do que nunca. Por isso estamos muito satisfeitos em estender nossa parceria de longo prazo com a Uefa e continuar a trazer o melhor do esporte para a nossa base de assinantes", disse o CEO do BeIN Media Group, Yousef Al-Obaidly.

Além do canal pago, a Euro também terá transmissão pelos canais TF1 e M6. Eles transmitirão 23 jogos que não são exclusivos do BeIN, que segue como maior parceiro da Uefa dentro da França.

A emissora qatari tem, além da Euro, os direitos exclusivos no país para a Champions League. O pacote, porém, passa a valer apenas a partir de 2021 e vai até 2024.

"Em todos os nossos parceiros de transmissão, buscamos inovação em transmissão e a mais alta qualidade de programação, e o BeIN é sem dúvida um porta-bandeira em ambos os aspectos. Com o futebol europeu continuando a ser um espetáculo esportivo tão importante na França, não poderíamos estar mais felizes em ter o BeIN como nosso parceiro oficial de transmissão para nos ajudar a entregar o Uefa Euro 2020 aos fãs de todo o país", declarou Guy-Laurent Epstein, diretor de marketing da Uefa.