Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Betsul faz Grêmio ter primeiro acordo sem Inter em 20 anos

Patrocínio distinto na camisa dos rivais gaúchos é o primeiro desde o longínquo 1998

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 26/02/2020, às 07h24 - Atualizado às 10h24

Imagem Betsul faz Grêmio ter primeiro acordo sem Inter em 20 anos

Foram necessárias mais de duas décadas para, finalmente, Grêmio e Internacional terem um patrocínio diferente na camisa, além do fornecedor de material esportivo. A Betsul está, desde o último sábado (22), com um espaço reservado na camisa gremista um pouco acima da logomarca da Umbro.

A presença da marca de apostas quebrou um "tabu". Desde 1998 que a dupla Grêmio e Inter conseguiam sempre os mesmos patrocinadores em suas camisas de jogo. O acordo firmado com a Betsul é o primeiro que o Grêmio não tem a companhia do maior rival do estado.

LEIA MAIS: Análise: Apostas podem destravar o mercado?

Os patrocínios "divididos" entre os dois times começou quando a GM decidiu, em 1998, patrocinar as duas equipes e usá-las como plataforma para lançamento de produtos. Em 2001, sem patrocinador máster, a dupla Grenal recorreu ao banco estadual Banrisul para apoiá-la. Desde então, todos os patrocínios fechados para a camisa dos dois clubes são os mesmos. A única exceção sempre foi o fornecedor de material esportivo, que acabava sendo diferente.

Grêmio estreou o patrocínio da Betsul na frente da camisa em partida contra o Caxias (Foto: Divulgação / Grêmio)

Atualmente, Banrisul, Vero e Unimed estão na camisa das duas equipes, que até o ano passado tinham também as presenças de Uber e da rede de hotéis Laghetto. O acerto com uma marca distinta foi celebrado pelo marketing gremista.

"Desejamos boas-vindas ao Betsul junto ao elenco dos grandes patrocinadores do clube. Certamente, a exposição midiática e o contexto relacional da marca com seus consumidores resultarão ganhos mercadológicos importantes à empresa e seus públicos", destacou Beto Carvalho, executivo de marketing do Grêmio.

A ideia da Betsul, que também é patrocinadora do São Paulo, é usar as redes sociais do clube para criar uma série de ativações que levem o torcedor a utilizar o site para apostas. O acordo com o Grêmio vai até fevereiro de 2021.

O anúncio do patrocínio ocorreu dias depois de o governo brasileiro dar mais um passo rumo à regulamentação da atuação das casas de apostas no mercado. Ao que tudo indica, haverá um limite de 30 licenças para que as marcas possam abrir empresa no país e operar com apostas.

Até o próximo mês, o ministério da Economia continuará recebendo sugestões da população sobre o tema. A tendência é de que, no segundo semestre, apenas aquelas casas que pagarem pela licença de atuação no país comecem a patrocinar os clubes.

A expectativa do mercado é de que, assim que houver a regulamentação, cerca de R$ 100 milhões sejam injetados nos clubes de futebol da Série A do Brasileiro por meio de patrocínio na camisa.