Bilheterias crescem com novos playoffs do NBB

Renda com venda de ingressos quase triplicou nas quartas de final - Crédito Alexandre Vidal

Renda com venda de ingressos quase triplicou nas quartas de final - Crédito Alexandre Vidal

À medida que o Novo Basquete Brasil (NBB) avança, cresce a renda dos clubes com bilheterias. Essa afirmação, aparentemente, pareceria leviana caso a diferença entre os valores obtidos nas oitavas e quartas de final não fosse tão grande.

Em 16 partidas disputadas nas oitavas de final do torneio, as oito equipes envolvidas geraram cerca de R$ 38 mil. O campeonato seguiu para as quartas de final, quando outros oito clubes se confrontaram, e a renda com ingressos quase triplicou, para R$ 97 mil.

Vale considerar que a nova fase teve a participação de Pinheiros/Sky, Flamengo, Vivo/Franca e Uniceub/BRB/Brasília, times que disputaram o Interligas durante as oitavas de final e possuem tradição no basquete, mas nem todos influenciaram tanto na renda.

As entradas não são cobradas pelo Pinheiros, fato que interfere no montante total arrecadado pelos clubes. São José e Paulistano, que participaram das oitavas, contudo, também não cobram. O NBB, de uma fase para a outra, tornou-se mais interessante para o público.