Boneco esgota, e Botafogo planeja game para Abreu

Boneco de Loco Abreu: jogador migrará para os games

Boneco de Loco Abreu: jogador migrará para os games

O Botafogo permanece com seu departamento de marketing focado no público infantil. Após lançar um boneco do uruguaio Loco Abreu, o clube agora entra em uma fase final do desenvolvimento de um jogo eletrônico, que será disponível no site oficial do clube. Novamente, o atacante será o rosto da nova ferramenta, que possibilitará que os torcedores façam jogadas com o camisa 13.

Desde que a atual diretoria de marketing assumiu o seu posto no Botafogo que o clube tem apostado no público infantil. O diretor do departamento, Marcelo Guimarães, ressalta a import"ncia de focar em crianças entre 8 e 11 anos. “É nessa idade em que eles começam a tomar suas decisões, já sem tanta influência dos pais e já com uma maior socialização”, afirmou.

O trabalho botafoguense, com lançamentos seguidos, é chamado de Guimarães de “interlocução permanente” com os mais jovens. O objetivo é sempre mantê-los com as atenções no clube. Antes do boneco de Loco Abreu, por exemplo, Maicosuel teve uma versão semelhante. O jogador acabou se machucando, o que o distanciou dos torcedores e das ações por consequência.

O boneco de Loco Abreu, por outro lado, foi um sucesso de venda. Foram colocados 5 mil unidades à venda em lojas oficiais e em lojas de esporte. O estoque está praticamente esgotado. A previsão é que no fim de semana já não tenha mais nas prateleiras, o que fará com que o clube peça mais um lote ao fabricante.

Além do jogo eletrônico envolvendo o atacante uruguaio, o próximo alvo do marketing botafoguense para o público infantil será o goleiro Jefferson. Nesse caso, há uma curiosidade: a ideia é não ligar o jogador ao clube, mas sim à seleção brasileira. A criança passa então a juntar um ídolo do time nacional ao próprio Botafogo.