Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Brasil usará camisa nova com escudo velho na Copa América

Seleção jogará de branco na competição, mas sem a marca modernizada da CBF

Duda Lopes - Boston (EUA) e Erich Beting - São Paulo (SP) Publicado em 09/04/2019, às 18h07

Imagem Brasil usará camisa nova com escudo velho na Copa América

Rogério Caboclo, novo presidente da CBF, apresentou escudo modernizado (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

A CBF fez dois anúncios nesta terça-feira (9): um novo escudo para a entidade e o novo uniforme que será usado pela seleção brasileira na Copa América de 2019. O único problema é que as duas informações não foram cruzadas, e o time jogará o torneio com uma camisa desatualizada.

Durante a tarde, o novo presidente da CBF, Rogério Caboclo, usou o primeiro dia de seu mandato para anunciar o novo desenho do escudo que representa a entidade e as seleções nacionais. A ideia é modernizar o símbolo e torná-lo mais amigável às plataformas digitais. A promessa é que as identidades visuais ganhem novidades até a Copa do Mundo de 2022.

"Essa mudança reflete os valores que a CBF quer reforçar na sua relação com todos os seus parceiros e com a sociedade", reforçou Caboclo, em seu primeiro dia de presidente da CBF.

Vinícius Júnior foi o modelo para a nova camisa da seleção, mas com o velho escudo (Foto: Divulgação)

Poucas horas depois do anúncio da CBF, a Nike resolveu divulgar as camisas que serão usadas na Copa América, mas o escudo novo não esteve presente. Segundo a entidade, o símbolo só entrará na camisa na estreia da seleção nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Até lá, o torcedor irá conviver com a dupla identidade da Confederação.

A justificativa está no prazo de produção das camisas. Entre a aprovação do desenho e o lançamento oficial do uniforme, são necessários cerca de oito meses, o que impossibilitou a mudança de escudo na camisa da Copa América.

E o lançamento deste ano, para a Copa América, veio com uma novidade maior do que o comum. A Nike confirmou uma camisa branca para o torneio, que fará homenagem à camisa de 1919, ano do primeiro torneio sul-americano realizado no Brasil. O uniforme principal ainda será amarelo, em referência ao time de 1989. Ambas as vestimentas estão com o escudo antigo da CBF.

"A coleção une o clássico visual retrô do futebol daquela época ao estilo moderno do esporte contemporâneo", exaltou o diretor de marketing da Nike, Daniel Paz, em nota.

A Máquina do Esporte procurou a CBF e a Nike para comentar o desajuste entre a nova camisa da seleção brasileira e o escudo lançado nesta terça-feira (9), mas a comunicação das duas entidades não atendeu aos telefonemas.

A CBF já colocou o novo escudo nas redes sociais da entidade. E as novas camisas da seleção também já estão à venda, no site da Nike e na loja do Museu da CBF. A partir da próxima sexta-feira (12), ela ficará disponível em todas as Nike Stores e nas lojas da Centauro. Para o restante do mercado, a nova coleção estará à disposição do público a partir da próxima segunda-feira (15).