Brasileiro tem rodada menos lucrativa do returno

Em derrota, Fluminense lucrou R$ 60 mil e contribuiu para indicador

Em derrota, Fluminense lucrou R$ 60 mil e contribuiu para indicador

A 28ª rodada do Campeonato Brasileiro não será marcada apenas pelos tropeços de Fluminense e Corinthians e pela aproximação do Cruzeiro aos líderes. O time carioca, outrora soberano, sofreu 3 a 0 do Santos, enquanto o clube paulista perdeu de virada para o Atlético-MG por 2 a 1. A rodada foi também a menos lucrativa para os anfitriões em todo o segundo turno.

Em nove partidas disputadas, o lucro médio foi de R$ 58 mil. Esse número não contabiliza o jogo entre Palmeiras e Avaí por problemas técnicos no site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), mas a fraca renda obtida no estádio do Pacaembu não poderia aumentá-lo significativamente. O valor é aproximadamente 157% inferior ao atingido na 23ª rodada, a segunda do returno.

Àquela altura, o lucro médio das dez disputas realizadas foi de R$ 149 mil, melhor resultado da segunda etapa do Nacional. Os melhores desempenhos a seguir foram conseguidos nas 21ª, 26ª, 25ª e 27ª rodadas, com R$ 138 mil, R$ 127 mil, R$ 122 mil e R$ 102 mil, respectivamente. Todas essas rodadas foram pelo menos 75% superiores à mais recente.

O único clube que destoou na última rodada foi o Grêmio, ao vencer o Grêmio Prudente em Porto Alegre por 4 a 0 e lucrar R$ 151 mil. Deve-se considerar, ainda, que o time paulista é o que menos atrai torcedores aos estádios, fator que pode ter contribuído no confronto contra os gaúchos. Todos os outros embates renderam lucros iguais ou inferiores a R$ 80 mil.