BWA assume operação comercial de Castelão

A BWA, grupo que detém a Ingresso Fácil, quer avançar no esporte com a administração de novas arenas. O primeiro empreendimento a ser assumido pela empresa começa em janeiro, com o estádio Castelão, em Fortaleza. A BWA faz parte do consórcio Arena Multiuso, em conjunto com a Galvão Engenharia, responsável pela construção do estabelecimento.

A BWA ficará responsável por toda a parte operacional da arena até 2018, o que inclui desde a venda dos camarotes até a administração do estacionamento. O único período em que o consórcio ficará afastado é durante a Copa do Mundo, na metade de 2014. A Fifa assume os estádios do Mundial durante três meses.

Para Ricardo Azevedo, contratado pela BWA para gerenciar o estabelecimento, o principal desafio da empresa será adequar um modelo utilizado no exterior para a realidade brasileira. “Faremos a modelagem comercial em um cenário que não existe no Brasil”, afirmou Azevedo, embora saliente o amadurecimento do mercado nacional nos últimos anos.

Para exemplificar esse modelo de gestão, Azevedo cita como exemplo a ser seguido o ginásio Madison Square Garden, em Nova York. “O complexo tem 250 agendas por ano. É quase o seu limite”, confirmou ao dizer que o local não depende exclusivamente do esporte.

A ideia é fazer o estádio ser sustentável oferecendo um amplo portfólio de serviços, que iria além do futebol. Isso significa que o local receberia shows, feiras e eventos coorporativos, o que daria fôlego ao empreendimento.

O novo Castelão, que receberá a Copa do Mundo, será um dos maiores e mais modernos estádios do país. Com quase 60 mil cadeiras cobertas, entre eles camarotes climatizados, o governo do Ceará pleiteia receber a Copa das Confederações e uma semifinal do Mundial.