Ceará sofre para vender cota máster

Clube vem divulgando programa de sócios-torcedores na propriedade

Clube vem divulgando programa de sócios-torcedores na propriedade

Para a alegria de torcedores saudosistas e tristeza de dirigentes, o Ceará entrou para a lista dos clubes sem marca estampada no peito da camisa. Desde a saída da Hypermarcas da cota máster alvinegra, a equipe ainda não encontrou substituto, e a busca está emperrada.

"Se você tiver um patrocínio para sugerir, avise que vou atrás negociar com ele", afirma Sérgio Costa, diretor administrativo da agremiação cearense. O único interesse por parte do mercado, conta ele, é por aparições ocasionais em jogos contra equipes paulistas.

"Quando vamos a São Paulo jogar com uma das quatro equipes de lá, aparecem algumas empresas, mas de modo muito esporádico", acrescenta o dirigente. A inserção de marcas pontuais na principal cota não agrada, mas, por necessidades financeiras, será aceita.

O Ceará ficou sem patrocinador máster depois de a Hypermarcas ter reformulado a estratégia que mantinha em termos de aporte no futebol brasileiro. Se a empresa chegou a apoiar Ceará, Goiás, Botafogo e Cruzeiro, hoje ela concentra investimentos no Corinthians.

Por essa razão, a equipe cearense vem jogando com chamada no peito da camisa para o "Sou Mais", programa de sócios-torcedores do clube. O Flamengo, também sem patrocínio máster, usou o espaço para divulgar o site oficial no primeiro semestre, bem como o Atlético-GO.