Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Centauro cria aplicativo para vender experiência ao consumidor

Marca de varejo passa a investir em venda de projetos de conteúdo a fãs de esporte

Erich Beting - São Paulo (SP) Publicado em 07/05/2018, às 08h16 - Atualizado às 11h16

Imagem Centauro cria aplicativo para vender experiência ao consumidor

A disputa pelo cliente do varejo esportivo tem sido cada vez mais acirrada pela decisão das grandes fabricantes de terem suas lojas próprias on-line.

Isso tem forçado a diversificação de atividades para as marcas tradicionais do varejo. Decathlon e Netshoes foram duas empresas que buscaram novos meios de conversar com o consumidor nos últimos anos. Enquanto a rede francesa tem trabalhado para levar o consumidor a viver novas experiências dentro das lojas, a gigante on-line decidiu apostar na transmissão esportiva para cativar uma base de fanáticos.

No último mês, a Centauro apresentou a sua alternativa em meio a esse novo cenário. A marca mineira criou um modelo que é uma espécie de junção da experiência virtual com a real.

A marca criou um aplicativo de experiências para o consumidor. O primeiro lançamento foi um programa de treinamento para iniciantes no universo da corrida de rua. O consumidor compra um kit completo de produtos para corrida e, via aplicativo, passa a contar com um programa específico de treino, consultoria com preparador físico e ainda dicas de nutrição com profissionais.

Para promover o "Centauro EXP", a rede contratou a atriz Alice Wegmann, que é também uma iniciante na corrida de rua.

"Queremos dar um passo para vender não só produtos, mas oferecer uma experiência, uma jornada para a pessoa ingressar no mundo da corrida. É uma mistura de experiência e serviços para ajudar as pessoas. O próximo a ser lançado é um de futebol, mas que não será para a prática do esporte, mas sim o consumo", afirma Artur Silva, diretor de marketing da Centauro.

Imagem do desafio no YouTube/Reprodução

A ideia da empresa é lançar os programas periodicamente. O mote será sempre a mescla de "produtos, serviços e conteúdos", nas palavras do executivo: "Nossa ideia é que isso vire uma plataforma de produtos, que estarão sempre disponíveis".

O projeto do Centauro EXP foi concebido dentro da própria empresa. Segundo SIlva, ele atende uma necessidade da marca para se posicionar frente a um mercado em constante mudança.

"Queremos que nossos clientes nos vejam como uma marca que está ajudando, proporcionando experiências, não só oferecendo produto. É algo muito importante para o nosso futuro, que é o de oferecer soluções mais amplas ao consumidor", diz.

Em pouco mais de 15 dias, mais de mil downloados do aplicativo foram feitos, segundo informações obtidas na Apple Store e no Google Play. Isso não significa que todas as vendas foram efetivadas. O kit mais barato para a experiência custa R$ 779,90, tem oito produtos e é entregue ao longo de três meses.