Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Champions terá ativações em drive-ins em São Paulo

Recurso é utilizado por Heineken e Turner para se aproximar de público final

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 21/08/2020, às 08h28 - Atualizado às 11h28

Imagem Champions terá ativações em drive-ins em São Paulo

Em 2019, a final da Champions League mostrou o status do Brasil para a Uefa. A entidade europeia organizou um evento no Rio de Janeiro para ativar o público brasileiro, reunindo diversos patrocinadores. Ao mesmo tempo, outros eventos fechados para convidados eram organizados pelos parceiros.

Em 2020, a utilização de grandes áreas para reunir pessoas nos carros foi a saída para que as ativações ainda acontecessem para a final do torneio entre Bayern de Munique e Paris Saint-Germain, no domingo (23). O Allianz Parque, em São Paulo, será palco de uma ação exclusiva da Heineken, enquanto a Turner, emissora oficial da competição no país, fará ação aberta ao público num espaço em Alphaville.

Maquete de como ficará a ativação da Heineken dentro do Allianz Parque - Foto: Divulgação

"Temos um desafio enorme, pois este será o primeiro grande evento da marca em tempos de pandemia. E mesmo com todas as restrições, estamos empolgados em trazer os fãs de volta aos estádios. Esperamos com a "UEFA Champions League Final" proporcionar para nossos consumidores uma experiência digna da marca Heineken, sem deixar de lado toda a responsabilidade e segurança que o momento exige", diz Cristiane Chiarioni, gerente da marca Heineken no Brasil.

A marca espera 1.100 convidados para a ação no estádio do Palmeiras, que terá a presença de atletas brasileiros que jogaram a Champions e transmissão exclusiva no estádio, feita pela dupla do Esporte Interativo Jorge Iggor e Bruno Formiga.

Em Alphaville, a Turner fará uma aposta diferente proporcionando um evento aberto ao público. Ao custo de R$ 180, o torcedor pode assistir, de dentro do carro, ao jogo com a narração e comentários iguais ao da TV. A ideia é reforçar as marcas TNT e Esporte Interativo como sinônimos da competição no mercado brasileiro.