Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Chapecoense estreará torcida interativa na volta do Catarinense

Tecnologia levará imagem e som dos fãs às arquibancadas da Arena Condá

Duda Lopes - São Paulo (SP) Publicado em 08/07/2020, às 08h01 - Atualizado às 11h01

Imagem Chapecoense estreará torcida interativa na volta do Catarinense

A Chapecoense entrará em campo após quase quatro meses sob o som dos torcedores nas arquibancadas. O Campeonato Catarinense, que retorna justamente nesta quarta-feira (8), ainda não permitirá a presença do público nos estádios, mas o time de Chapecó resolveu inovar com a imagem e o som dos fãs, que assistirão à partida diante do Avaí de casa.

LEIA MAIS: Joinville aproveita volta do Catarinense e fecha aporte com Rôgga

A ideia do telão com a imagem de torcedores já foi usada em alguns países europeus, mas a Chapecoense resolveu ir além. A tecnologia levará a imagem de até 10 mil torcedores simultaneamente e, mais do que isso, o som dos torcedores na transmissão on-line será reproduzido em alto-falantes na Arena Condá.

Foto: Reprodução / Twitter (@ChapecoenseReal)

A iniciativa partiu da Success Sports, empresa que se aliou ao time catarinense no início deste ano para comandar o marketing em conjunto com o clube. A ação foi possível graças a uma parceria com a Claq, empresa de tecnologia especializada em transmissão on-line, que será a encarregada da parte técnica da novidade.

"Nós também vamos gerar conteúdo para os torcedores, inclusive com a presença do Follman, que sobreviveu ao acidente aéreo do time. Nós vamos interagir com os presentes, com entrevistas no intervalo da partida. Somente durante o jogo que a experiência será mais passiva", contou o diretor de marketing da Success Sports, Arthur Gubert, em conversa com a Máquina do Esporte.

Toda a transmissão dos torcedores para o estádio será gratuita, bastando apenas o torcedor entrar no sistema. As empresas envolvidas colocarão os torcedores em um telão de 60 metros quadrados, com o controle ao vivo para evitar comportamentos inadequados. Para levantar algum montante, será realizada uma cobrança voluntária, chamada de "vaquinha", entre os torcedores presentes na ação.