Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Chelsea bate recorde e alcança maior lucro de sua história

Principal motivo foi retorno do clube à disputa da Liga dos Campeões

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 02/01/2019, às 11h05

Imagem Chelsea bate recorde e alcança maior lucro de sua história

O Chelsea anunciou nesta quarta-feira (2) que obteve um lucro anual recorde na temporada passada, a de 2017/2018, encerrada em 30 de junho de 2018. O clube inglês divulgou um faturamento de £ 443,4 milhões, 22,7% maior que o da temporada anterior, que havia ficado em £ 361,3 milhões.

Com o volume de negócios acima dos £ 400 milhões pela primeira vez na história, o lucro líquido recorde chegou a £ 62 milhões. Segundo o balanço, o principal motivo foi o retorno do time à Liga dos Campeões. A participação no principal torneio de clubes do mundo fez aumentar as receitas com direitos de TV de £ 41,7 milhões para £ 204,1 milhões.

Há ainda outros fatores que contribuíram para o lucro recorde. Entre eles estão o faturamento com a venda de jogadores (£ 113 milhões) e também com atividades comerciais, em especial novos contratos de patrocínio (£ 32 milhões). Aqui, o destaque foi o acordo com a montadora sul-coreana Hyundai, que pagará £ 10 milhões por ano durante os próximos cinco anos para estampar a manga esquerda da camisa dos Blues.

Foto: Reprodução / Twitter (@ChelseaFC)

Vale ressaltar ainda que o Chelsea foi campeão da Premier League na temporada 2016/2017, o que garantiu a presença do clube na Liga dos Campeões de 2017/2018 e também impulsionou o faturamento. Os números, no entanto, não contabilizam a indenização que teve de ser paga ao ex-técnico Antonio Conte, demitido pouco mais de um ano após a conquista do título inglês.

"O clube já divulgou uma série de recordes de receita e nossa margem de lucro aumentou em anos consecutivos. Isso ocorreu contra um pano de fundo de participação variável no futebol europeu, e diferentes graus de conquista na Premier League, o que demonstra que construímos uma sólida base comercial para apoiar nossa busca pelo sucesso no campo", resumiu Bruce Buck, presidente do clube londrino.