Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Chicago Bulls fecha parceria com companhia alemã de petróleo

Liqui Moly estará presente no ginásio e nas mídias sociais da franquia da NBA

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 19/09/2018, às 10h22

Imagem Chicago Bulls fecha parceria com companhia alemã de petróleo

O Chicago Bulls anunciou nesta terça-feira (18) uma parceria com a companhia alemã Liqui Moly, especializada em óleos, lubrificantes e aditivos. O acordo, que terá validade de dois anos, não teve os valores oficiais divulgados, mas um comunicado da franquia da NBA citou que a empresa pagará “uma quantia de sete dígitos” até setembro de 2020.

Pelo contrato, a Liqui Moly passará a ter grande exposição no ginásio do Bulls, o United Center, além de todos os canais de mídias sociais da franquia. O patrocínio, no entanto, não contempla a regata da equipe, que segue sendo uma das sete franquias ainda sem uma marca na camisa entre as 30 que disputam a NBA.

Foto: Reprodução / Instagram (@liqui_moly_worldwide)

“Estamos muito satisfeitos por termos encontrado um parceiro poderoso como a Liqui Moly. Uma marca premium que compartilha um alcance global e interesse mútuo em relação à qualidade e ao melhor desempenho é uma excelente combinação para nós”, declarou Matthew Kobe, vice-presidente do Chicago Bulls.

“Um esporte atraente, uma liga bem conhecida e uma grande equipe com uma forte base de seguidores. Essa é uma combinação perfeita no que diz respeito a nós. O objetivo dessa colaboração é aumentar a visibilidade da Liqui Moly na América do Norte, particularmente, mas também além disso pela exposição mundial do Chicago Bulls”, afirmou Peter Baumann, gerente de marketing da Liqui Moly.

Apesar de a marca alemã tradicionalmente preferir patrocínios relacionados ao automobilismo, a Liqui Moly nunca fez um aporte do tipo nos Estados Unidos. No entanto, esta não é a primeira vez que a empresa investe em um esporte americano, já que patrocinou o Los Angeles Kings, da NHL, no ano passado.