Cineastas ajudarão OLK em divulgação de documentário

Criada com foco em internet, a nova campanha da Olympikus para o futebol resolveu levar ao extremo a ideia de ação colaborativa. Os cineastas que desenvolveram o vídeo “A Copa das pessoas” serão usados pela companhia de material esportivo para turbinar o trabalho comercial em torno do documentário.

Cada um dos cineastas que participaram do documentário receberá um kit da Olympikus. O pacote será composto por uma cópia do documentário e material de divulgação como cartazes e pôsteres.

Todos os cineastas serão liberados para explorar comercialmente o filme em seus países – a Olympikus não terá participação na receita oriunda desse processo. A ideia é que isso intensifique a presença do material na mídia internacional.

Além disso, a Olympikus orientou os cineastas a tentarem acordos para colocar o filme ou o trailer oficial na mídia de seus países. A companhia, contudo, não fará nenhum investimento nessa divulgação internacional.

Nacionalmente, o vídeo será exibido três vezes na ESPN Brasil. A primeira transmissão acontecerá no próximo domingo, às 19h30, e o espaço na grade do canal fechado foi aberto a partir de um acordo comercial. O trailer do documentário também será usado pela empresa no espaço que ela dispõe em intervalos da Globo.

A campanha consumiu, incluindo compra de espaço na ESPN, cerca de R$ 2 milhões. O projeto conta com 32 cineastas, e 30 deles gravaram imagens em seus países durante a Copa do Mundo de 2010, com foco nas reações das pessoas. As exceções foram Coreia do Norte e Costa do Marfim, países que tiveram captações realizadas na África do Sul.

Todo o material foi compilado no Brasil e deu origem a um documentário de 20 minutos. No entanto, como há 300 horas de gravação, a ideia da Olympikus é aproveitar o material em outras ações nos próximos anos.

“Temos um tesouro nas mãos”, disse Everson Klein, sócio-diretor da agência Boca e roteirista do documentário. “Vamos esperar um pouco para medir a repercussão internacional do vídeo, e depois vamos pensar em novas ações”, completou.