Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Clubes espanhóis devem mais de R$ 1,7 bilhão à Receita Federal

Segundo governo, 18 clubes de primeira e segunda divisões estão em estado de falência

Adalberto Leister Filho - São Paulo (SP) Publicado em 05/12/2014, às 08h51 - Atualizado às 10h51

Imagem Clubes espanhóis devem mais de R$ 1,7 bilhão à Receita Federal

Zaragoza, um dos clubes endividados, que disputa a segunda divisão

O governo espanhol divulgou que a dívida total dos clubes e sociedades anônimas esportivas do país com a Receita Federal era de € 542,6 milhões (cerca de R$ 1,7 bilhão) em 31 de agosto. O montante foi divulgado após questionamento do deputado socialista Manuel Pezzi, porta-voz de Esportes.

“É um escândalo inadmissível que o governo queira esfaquear o esporte de base quando o profissional deve mais de € 542 milhões”, afirmou o parlamentar.

Pezzi, porém, não conseguiu descobrir quais são os clubes mais endividados. O governo se negou a fornecer esses dados argumentando o “caráter reservado das informações tributárias”.  Segundo as contas anuais a serem prestadas por clubes e sociedades esportivas, 7 da primeira divisão e 11 da Série B permanecem em estado de falência. Há ainda até 19 clubes com dívidas adiadas.

O deputado denuncia o “grave problema de endividamento” que afeta o futebol espanhol e insistiu na necessidade de assegurar o fair play financeiro. “Não é permitido aos clubes ficar em dívida com a Receita Federal”, afirmou.

Da dívida total, € 307,28 milhões são só das equipes que disputam as Séries A, B e C do país, sendo que 27 delas estavam em processo de falência.