Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

COI oficializa Airbnb como parceiro olímpico global até 2028

De acordo com Financial Times, contrato vale US$ 500 milhões

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 18/11/2019, às 10h50

Imagem COI oficializa Airbnb como parceiro olímpico global até 2028

Há duas semanas, a Máquina do Esporte publicou a uma informação do Sports Business Journal de que a plataforma comunitária on-line de anúncios e reservas de acomodações e hospedagens Airbnb estava prestes a fechar acordo de patrocínio com o Comitê Olímpico Internacional (COI). Nesta segunda-feira (18), a própria entidade que organiza os Jogos Olímpicos oficializou a nova parceria.

Pelo contrato, o Airbnb estará presente como membro do programa de patrocínio Worldwide Olympic Partner (TOP) do COI em cinco eventos: os Jogos Olímpicos de Verão de 2020 (Tóquio), 2024 (Paris) e 2028 (Los Angeles), além de duas edições dos Jogos Olímpicos de Inverno (Pequim 2022 e Milão/Cortina d’Ampezzo 2026).

Foto: Reprodução / Twitter (@Airbnb)

A plataforma de hospedagens será parceiro principal do COI na categoria de produtos exclusivos de acomodação e serviços de experiências únicas. O valor do contrato não foi divulgado de maneira oficial, mas o Financial Times crava que o acordo foi fechado por US$ 500 milhões.

Segundo o Comitê Olímpico Internacional, a parceria será importante para garantir uma "realização eficiente e sustentável dos Jogos Olímpicos", além de reduzir os custos com hospedagem nos eventos, já que haverá menor necessidade de investimentos em acomodações por parte da entidade. Além disso, o acordo com o Airbnb ainda gerará receita direta a moradores locais.

"Esta parceria inovadora sustenta nossa estratégia para garantir um legado para a comunidade anfitriã. Com o apoio do Airbnb, desenvolveremos novas oportunidades para atletas de todo o mundo desenvolverem suas próprias fontes de receita direta, promovendo atividades físicas e os valores olímpicos", afirmou Thomas Bach, presidente do COI.

"Nossa parceria olímpica garantirá que os Jogos sejam mais inclusivos, acessíveis e sustentáveis, e deixará um legado positivo duradouro para atletas e comunidades anfitriãs. A missão do Airbnb é criar um mundo onde qualquer pessoa possa pertencer a qualquer lugar, e estamos orgulhosos de que o espírito olímpico seja disseminado pela nossa comunidade", disse Joe Gebbia, cofundador do Airbnb.

A ideia da empresa, que chegou a ser patrocinadora doméstica no Rio de Janeiro em 2016 e em PyeongChang em 2018, é concentrar o patrocínio na linha de "experiências", criada em 2016 e que consiste em atividades únicas guiadas por moradores locais, em que os anfitriões compartilham seus conhecimentos, habilidades e acesso exclusivo a lugares e comunidades da região que os hóspedes não conseguiriam encontrar sozinhos.

Para alcançar ainda melhor esse objetivo, o contrato também promete a criação do "Airbnb Olympian Experiences", uma nova oportunidade de ganho direto para atletas, que incluirá experiências como a chance de treinar com um atleta olímpico.

Além do Airbnb, 13 empresas compõem o programa TOP de patrocínio do COI, obtendo direitos exclusivos de categoria para os Jogos, o próprio COI e os comitês olímpicos nacionais. São elas: Alibaba, Atos, Bridgestone, Coca-Cola, Dow, General Electric, Intel, Omega, Panasonic, P&G, Samsung, Toyota e Visa.