Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

COL de 2010 inclui vuvuzela entre legados

Redação Publicado em 11/07/2010, às 11h00

As melhorias estruturais, a beleza dos estádios, o incremento no turismo e as vuvuzelas. A África do Sul inseriu de vez as tradicionais cornetas entre os legados da Copa do Mundo de 2010.

No último sábado, em entrevista coletiva concedida no estúdio móvel da emissora de TV “SABC”, as vuvuzelas foram lembradas por Danny Jordaan, diretor-executivo do comitê organizador local (COL) da Copa do Mundo de 2010. Em seu balanço sobre o evento, o dirigente lembrou que a África do Sul conseguiu mudar o perfil das torcidas nos estádios.

“A vuvuzela vai se tornar algo comum nos próximos campeonatos. Começou com a Copa do Mundo, mas aposto que ela aparecerá nas ligas nacionais de diferentes partes do mundo. Ela vai virar parte do jogo”, projetou Jordaan.

A vuvuzela é a principal contribuição que a Copa do Mundo de 2010 apresentou para mudar a experiência das pessoas nos estádios. Em entrevista recente, Jordaan já havia comparado as cornetas ao movimento de “ola”, que se popularizou no futebol mundial a partir do torneio de 1986, realizado no México.

“Ficamos muito  felizes com a celebração que a Copa do Mundo de 2010 representou. O público se comportou muito bem nos estádios, e acho que a vuvuzela vai ser apenas um dos nossos legados para o futuro do esporte”, disse o dirigente.