Com camisa 3, Figueirense espera atingir meta de venda

Na última segunda-feira, o Figueirense lançou o seu terceiro uniforme, em uma cerimônia realizada na loja oficial do clube no estádio Orlando Scapelli, que contou com os jogadores Elias, Ricardinho e Júlio César. Com o novo modelo, a diretoria do clube espera vender 60 mil camisas oficiais, número esperado para 2011.

A marca surgiu após o Figueirense conseguir comercializar 40 mil camisas oficiais em 2010. Com mais ações, o clube espera aumentar em 50% esse número. Considerando apenas o novo modelo, a expectativa é de vender 15 mil unidades.

Agora o clube planeja a melhor maneira de divulgar o seu novo modelo. O primeiro passo já foi dado, com um lançamento no estádio, com a presença dos jogadores e um tour por lojas com os torcedores.  

A presença da camisa em jogos também deverá ser pensada da melhor maneira possível. A diretoria do clube planeja fazer com que a equipe jogue quatro vezes com o novo uniforme. A estreia ocorrerá no próximo dia 20, contra o Corinthians, partida realizada em São Paulo. As outras ocasiões ainda não foram definidas.

O gerente de marketing do Figueirense, Fernando Kleimmann, explica que a confecção da camisa já foi pensada em uma demanda dos torcedores. “Nós recebíamos pedidos por uma camisa inteira preta. O modelo foi bem aceito por torcedores e pela Fila”, afirmou.

Em anos anteriores, o clube já havia lançado outros modelos de uniforme com o intuito de ser uma terceira opção. No entanto, a estratégia usada era de colocar uma terceira cor na camisa. Dessa maneira, o verde, o dourado e o vermelho chegaram a ser usados.

Dia dos Pais

No próximo domingo, o Figueirense enfrenta o Flamengo em seu estádio. Para atrair mais torcedores para a partida, o clube usará o dia dos pais em uma campanha de mídia para convocar sua torcida. Espaços em jornais e em rádios foram adquiridos para enaltecer o jogo contra o líder do Campeonato Brasileiro.