Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Com Estácio, Gustavo Kuerten consolida projeto de patrocínios pessoais

Universidade é sétima patrocinadora de tenista, que busca se aproximar de público jovem

Erich Beting - São Paulo (SP) Publicado em 16/04/2015, às 14h26

Imagem Com Estácio, Gustavo Kuerten consolida projeto de patrocínios pessoais

Guga, cercado por crianças do Instituto Guga Kuerten

“Esse é um momento epecial e ao mesmo tempo desafiador. São mais de 430 mil alunos, é uma oportunidade gigantesca de me aproximar deles, continuar contagiando com aquela história bonita de sucesso nas quadras, de família, valores. Será um prêmio para mim estar perto deles.”

O depoimento em vídeo para anunciar a parceria com a Estádio revela um pouco do projeto de posicionamento de Gustavo Kuerten para o mercado. O acordo com a instituição de ensino faz parte do projeto de Guga em se comunicar com o público por meio de empresas que tenham algum vínculo com sua história.

A Estácio, sétima empresa que patrocina o ex-tenista, atende o braço de educação que a marca Guga Kuerten pretende abraçar. “Educar para transformar”, afirma o tricampeão de Roland Garros.

O acordo com a rede de ensino fecha um dos pilares “vagos” dentro do projeto comercial de Guga. 

Baseado em três pilares: a imagem do tenista, os projetos sociais e a educação, Guga maneja seus acordos tendo esse posicionamento como regra. 

Para o lado social, o ex-jogador tem acordos com Aurora, Correios e Coral. Já o vínculo para explorar a imagem de Guga é feito por Itaú, Lacoste e Hublot.

“Hoje a gente está querendo colocar um objetivo máximo [de parceiros] para compartilhar os valores que queremos. Se eu tiver uma proposta do dobro de valor, mas que me mantém restrito ao público que já tenho, não vale a pena”, afirma Rafael Kuerten, irmão de Guga e diretor da empresa que gerencia seus negócios.

“Nossa maior missão na empresa Guga é perenizar a imagem, compartilhando os seus atributos”, diz Rafael. O acordo com a Estácio é a maneira encontrada para Guga se aproximar dos jovens entre 18 e 25 anos, que não chegaram a vê-lo jogar, mas sabem um pouco da sua história.

O ex-jogador ainda negocia para outras oportunidades de patrocínio, turbinadas pelo interesse das marcas nas Olimpíadas-2016.