Com jogo 500, NBB tem novo pico de arrecadação

Joinville e Pinheiros, 500ª partida do nacional, levantou R$ 4,2 mil

Joinville e Pinheiros, 500ª partida do nacional, levantou R$ 4,2 mil

A arrecadação com bilheterias no Novo Basquete Brasil (NBB), principal torneio da modalidade, demonstra sinais de crescimento conforme o campeonato avança. A 6ª rodada, quando foi disputada a 500ª partida da história da competição, registrou receita acima das demais etapas disputadas neste ano.

Em quatro partidas, foram levantados R$ 9,1 mil. O jogo entre Araldite/Univille/Joinville e Pinheiros/Sky, que terminou com vitória por 94 a 93 para a equipe paulista, liderou a rodada, com R$ 4,2 mil obtidos. A seguir, Itabom/Bauru faturou R$ 3,8 mil diante do Flamengo, apesar de ter perdido por 81 a 80.

Os dois outros embates, entre Assis Basket e Interforce/Minas e Araraquara e Winner/Limeira, tiveram bilheterias menos expressivas - de R$ 611 e R$ 470, respectivamente -, mas contribuíram para superar a 3ª rodada, até então a mais lucrativa, com sete jogos disputados e R$ 8,6 mil levantados.

À 6ª rodada, ainda faltam números de três partidas, todas realizadas no último domingo (5), uma vez que a publicação dos documentos, responsabilidade da Liga Nacional de Basquete (LNB), ainda não foi efetuada. Mesmo com números pendentes, contudo, a rodada já atingiu a maior arrecadação do torneio.