Com produto idêntico, ESM e Fut. Tour evitam concorrer

"Se eles têm contato, não faremos proposta", diz executivo da ESM

Quem compara o "dia do torcedor" oferecido por Coritiba e Corinthians, ambos com realização prevista para 6 de agosto, deve achar que são organizados pela mesma empresa. Equivocadamente. O primeiro é feito pela Futebol Tour, e o segundo, pela ESM. Embora tenham ação extremamente semelhante, ambas não se consideram rivais.

Durante a temporada anterior, na verdade, as duas empresas foram parceiras na organização das edições de Palmeiras, Santos, Vasco e São Paulo. Mesmo com preços pouco acessíveis à maioria dos torcedores, entre várias centenas de reais, todos os eventos foram esgotados. Neste ano, entretanto, cada agência seguiu rumo próprio.

A Futebol Tour está empenhada em multiplicar o "dia do torcedor" pelo Brasil. Após fechar novos eventos com Coritiba e Santos, a agência está próxima de acertar negócio com Flamengo e São Paulo e ainda conversa com Internacional, Figueirense e Avaí. O Corinthians, parceiro usual da ESM, nem sequer foi cogitado.

Por parte da ESM, o evento corintiano surgiu por já haver know-how nessa espécie de atração, em função das versões organizadas no ano anterior, e pela proximidade com o clube paulista, mas não há intenção de oferecer esse produto a outra equipes, sobretudo se elas já possuírem algum tipo de vínculo com a Futebol Tour.

"Nós temos relacionamento muito bom, inclusive com projetos planejados em parceria para o futuro, então se eles têm contato com determinado clube, não faremos proposta", afirma Eduardo Generoso, diretor de projetos da ESM. O Corinthians, segundo o executivo, será o foco das ações preparadas para esta temporada.

De fonte da Futebol Tour ouvida pela Máquina do Esporte, cujo nome será preservado a pedido dela, bem como o produto oferecido aos clubes, o discurso também é idêntico. "Como o Corinthians já era cliente deles, nesse caso específico, nem entramos muito no contexto, porque seria anti-ético da nossa parte", afirma.

A calmaria nesse nicho, no entanto, pode durar pouco tempo. A Pro Entertainment, por exemplo, já fez evento similar com o Boca Juniors no fim do ano passado, ao levar público corporativo da LG para Buenos Aires para jogar na Bombonera. Entre fontes de mercado, é consenso que o "dia do torcedor" será feito por mais agências em breve.

Leia mais:

Corinthians, Coritiba e Santos aderem a "dia do torcedor"