Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Com Red Bull, League of Legends se firma no topo do e-Sports

Segunda etapa do Mundial de LoL será em Berlim, a partir deste sábado (12)

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 08/10/2019, às 07h23 - Atualizado às 10h23

Imagem Com Red Bull, League of Legends se firma no topo do e-Sports

A partir do próximo sábado (12), o Verti Music Hall de Berlim, na Alemanha, receberá a segunda etapa do Mundial de League of Legends (LoL), que cada vez mais se consagra como maior competição mundial de e-Sports. A novidade para este ano é a entrada da Red Bull, que fechou um acordo com a Riot Games, criadora do jogo LoL e organizadora da competição mundial.

A marca de energéticos se une a Mastercard, Louis Vitton, à seguradora State Farm e à fabricante chinesa de celulares Oppo como empresas globais que decidiram apostar no LoL para ativar a marca e se aproximar do público jovem ligado ao evento. Além delas, a Alienware (linha de laptops para games da Dell) e a Secretlab (fabricante de cadeiras gamers) também apoiam a maior competição mundial de e-Sports.

Foto: Divulgação / Red Bull

"A Red Bull apoia há muito tempo o esporte, o e-Sports e os games. Seu profundo entendimento e apreciação da cultura de jogos e seu desejo de aumentar continuamente a barra para os fãs faz dela um parceiro ideal para nós", disse Naz Aletaha, chefe de parcerias globais de e-Sports e desenvolvimento de negócios da Riot Games, em nota.

O acordo da Red Bull amplia a parceria da marca com a Riot, já que a marca austríaca também já apoia o Europeu e o Brasileiro de LoL.

LEIA MAIS: Final do CBLoL obtém recorde no streaming e lidera na TV paga

Neste ano, o Mundial de LoL contou com a presença do Flamengo, que desde o ano passado montou uma equipe de e-Sports. O clube foi eliminado na "fase de entrada" do torneio, mas conseguiu um recorde, ao atrair quase 1 milhão de visualizações para a transmissão do seu jogo de estreia.