Com safety car, Allianz torce por chuva no Brasil

Safety car passou a ser principal propriedade da Allianz na F-1

Safety car passou a ser principal propriedade da Allianz na F-1

A seguradora Allianz anunciou em Cingapura a renovação do contrato de patrocínio à Fórmula 1. Além disso, revelou a inclusão de uma nova propriedade em seu vínculo com a categoria: a exposição da marca no safety car. Essa mudança fez com que a empresa passasse a torcer por auxílio da meteorologia a cada etapa do circuito.

Um exemplo é o Grande Prêmio Petrobras do Brasil de Fórmula 1, que será realizado em Interlagos no próximo domingo. “Torcemos por uma chuva leve”, brincou Ariane Landim, superintendente de marketing e comunicação da Allianz.

A exposição da marca no safety car passou a ser um grande chamariz para a Allianz. A despeito de ter um pacote com uma série de outras propriedades de publicidade estática nos circuitos da Fórmula 1, por exemplo, a empresa promoveu nesta semana uma entrevista coletiva em São Paulo com Bernd Maylander, que pilota o veículo desde 2000.

A inclusão do safety car no contrato com a Allianz transformou Maylander em protagonista das ações da seguradora. Ele foi um dos personagens escolhidos pela companhia para visitar duas escolas em São Paulo nesta semana – o piloto participou de palestras sobre segurança no tr"nsito no Centro Educacional Unificado (CEU) do Cangaíba e no colégio Porto Seguro, no Morumbi.

A import"ncia deve-se a dois aspectos. Primeiramente porque o carro, quando entra, percorre o circuito na frente dos outros bólidos. Portanto, oferece à Allianz uma exposição em área nobre e com grande destaque. Além disso, o safety car transmite a questão de segurança, principal atributo que a companhia deseja trabalhar na Fórmula 1.

“Os acidentes de tr"nsito são a maior causa de mortes entre crianças com idade entre um e 14 anos no Brasil, e a primeira razão para isso é a falta de cinto de segurança. Apenas 11% dos passageiros no país usam cinto. Precisamos dar atenção a isso”, disse Sandra Nulty, gerente de marketing global da seguradora.

Além do safety car, o novo pacote da Allianz na Fórmula 1 inclui exposição da marca no pitlane e na área dos boxes. Essas propriedades também serão exploradas pela companhia no Brasil pela primeira vez.

Entretanto, a Allianz Brasil não preparou nenhuma comunicação especial para o GP de domingo. “Vamos fazer uma ação de relacionamento com corretores, que dará a um grupo o direito de conhecer o paddock da Williams. É uma visita bastante especial. Também vamos apostar nessa exposição maior”, contou Landim.