Com saibro e Gillette, Brasil Open deixa Bahia e vai para SP

Carnaval prejudicou manutenção do evento na Costa do Sauípe

Carnaval prejudicou manutenção do evento na Costa do Sauípe

O Brasil Open de tênis vai deixar a Bahia e desembarcar em São Paulo em fevereiro do ano que vem. Essa, porém, deverá ser a única mudança significativa que será anunciada em evento para a imprensa na manhã da próxima quarta-feira em São Paulo.

A cerimônia no Palácio do Governo paulista vai marcar a confirmação do principal torneio de tênis do país para os dias 11 a 19 de fevereiro, em São Paulo. Na cerimônia desta quarta-feira estarão presentes representantes da Koch Tavares, organizadora da competição, membros do governo paulista e, também, executivos da Gillette, que manterá o aporte para o torneio em 2012.

Além da permanência da empresa, que em 2011 foi a principal patrocinadora do torneio, o piso das disputas permanecerá inalterado no ano que vem. O saibro, que era visto pelos próprios organizadores como uma espécie de "vilão" para que os principais nomes do circuito não disputassem a competição, foi mantido como o piso dos jogos. 

O governo da Bahia era um dos principais patrocinadores da competição, e teve participação decisiva na discussão pela mudança de local do Brasil Open. Por conta da dificuldade da Costa do Sauípe em garantir vagas no complexo pela proximidade com o feriado de Carnaval em 2012, a Bahia acabou perdendo a disputa com São Paulo em organizar o torneio.

A mudança para São Paulo encerra um ciclo de dez anos de realização do Brasil Open na Bahia. Desde a primeira vez que o torneio foi realizado o complexo hoteleiro da Costa do Sauípe foi escolhido como palco das disputas, que já reuniu Gustavo Kuerten, Fernando Meligeni, Rafael Nadal e outros grandes nomes do circuito.