Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Com salários atrasados, ingleses pedem ajuda

Redação Publicado em 03/08/2010, às 15h02

A Associação de Futebolistas Profissonais (PFA, na sigla em inglês) irá ajudar ex-jogadores do Cardiff City, da Inglaterra, para que recebam salários atrasados. O clube não efetuou os pagamentos a Tony Capaldi, Aaron Morris, Warren Feeney, Riccy Scimeca, Peter Enckelman e Mark Kennedy por mais de um mês.

"Estamos cientes dos problemas no Cardiff City e iremos oferecer assistência, conselhos e representação legal para todos", disse porta-voz da entidade ao site "Wales Online". O clube agendou encontro com os atletas na próxima semana para impedir que os jogadores entrem com ações na Justiça.

Acredita-se que alguns jogadores não tiveram os bônus de assinatura de contrato pagos e esse seja o princiapl motivo de descontentamento. "Estamos garantindo aos jogadores que iremos pagar tudo o que está combinado no tempo certo", defendeu o presidente do Cardiff City, Gethin Jenkins.

A situação, na verdade, revela a situação financeira precária vivida pelo time. Estima-se que o clube possua impostos em débito na casa dos 1,3 milhões de libras. O time ainda deve outros 500 mil libras para Mark Hudson, contratado do Charlton, e 100 mil libras pela aquisição de Paul Quinn, ex-zagueiro do Motherwell, da Escócia.