Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Com Visa, Jogos Olímpicos venderão ingressos pelo celular

Inovações faz parte de pacote de melhorias da empresa em parceria com o COI

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 18/10/2018, às 07h37 - Atualizado às 10h37

Imagem Com Visa, Jogos Olímpicos venderão ingressos pelo celular

O Comitê Olímpico Internacional (COI) decidiu usar a parceria com a Visa para trazer novas soluções de pagamento para os torcedores que decidem participar dos Jogos Olímpicos. Nesta semana, em Pequim, a empresa de cartões de crédito anunciou que, a partir de 2020, os torcedores poderão comprar, pelo telefone celular, os ingressos para assistir aos eventos.

Foto: Reprodução

A inovação faz parte de um pacote de melhorias que a empresa vai implementar nos próximos anos para trazer novas tecnologias para facilitar o consumo dos torcedores. Além do pagamento remoto, em breve os torcedores poderão fazer pedido de alimentação sem precisar deixar o lugar em que estiver assistindo ao evento e, ainda, fazer compras diretamente da televisão.

“Historicamente, não existe uma parceria de tecnologia de pagamento melhor para o futuro que estamos construindo juntos. À medida que introduzimos inovações que ajudam a melhorar as experiências dos fãs nas arenas e em casa, sabemos que não importa para onde no mundo as Olimpíadas vão nos levar, a Visa é a parceira certa para nos ajudar a realizá-las”, afirmou Thomas Bach, presidente do COI, em discurso durante evento no centro de inovação da Visa em Pequim.

Além das soluções que facilitam o consumo dos torcedores, a Visa promete ter um dispositivo de reconhecimento facial para o acesso de torcedores nas arenas. Em 2020, uma parceria com a NEC será usada para implementar isso nos Jogos.

“Nossos Centros de Inovação buscam soluções para o cotidiano do consumidor e descobrir experiências de comércio mais modernas, que possam ser compartilhadas e dimensionadas globalmente”, disse o presidente da Visa, Ryan McInerney.