Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Com Vivo, Barrichello volta a fazer piada com carreira

Empresa relaciona lentidão de internet com habilidade do piloto

Duda Lopes - São Paulo (SP) Publicado em 25/11/2014, às 08h55 - Atualizado às 10h55

Imagem Com Vivo, Barrichello volta a fazer piada com carreira

Rir de si mesmo é uma capacidade que envolve alguma maturidade. Rubens Barrichello, no entanto, mostra que não é a sua larga experiência no mundo do automobilismo que lhe permite brincar com seus percalços em quase duas décadas de Fórmula 1; ser pago para isso também ajuda bastante.

A Vivo apresentou a nova propaganda da empresa envolvendo uma personalidade ligada ao esporte. Após enaltecer a carreira do tenista Rafael Nadal, foi a vez de brincar com Rubens Barrichello. Nesse caso, o paralelo da marca foi com a lentidão da internet móvel das companhias concorrentes.

Essa não é a primeira vez que Barrichello usa do bom humor para fazer um comercial. Neste ano, a Renault brincou com o episódio do “Hoje, sim. Hoje, não”, em referência à narração do Cleber Machado para a corrida do GP da Áustria, em 2002, quando o brasileiro abriu passagem para o companheiro de equipe Schumacher vencer.

Também em referência ao piloto alemão, Barrichello gravou para a Volvo em 2013, quando a marca sueca colocou o brasileiro para correr contra marcas alemãs, no caso BMW, Audi e Mercedes. “Hoje, sim. Hoje, não” foi utilizado no fim do vídeo.

Mas nem sempre essa foi a estratégia de Barrichello no mercado publicitário. Recentemente, o piloto tem usado a boa capacidade de relacionamento para fechar com empresas, como foi o caso da Medley, que investiu para a Stock Car, e da BMC, que o colocou na Fórmula Indy. Nos anos 1990, Barrichello apareceu na TV para marcas como Pepsi e Arisco, mas ainda como promessa do automobilismo brasileiro.