Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Comitê Olímpico dos EUA combate custos

Comitê Olímpico dos EUA combate custos

Redação em São Paulo - SP Publicado em 03/03/2009, às 14h00

Um corte de 10% nos custos administrativos e uma redução pessoal não encerraram as iniciativas do Comitê Olímpico dos Estados Unidos em virtude da crise financeira internacional. A entidade ainda procura formas de reduzir seus custos e se preparar para o momento de recessão. Com o intuito de diminuir gastos, por exemplo, o USOC reduzirá a quantidade de reuniões, cortará agentes de viagens e mudará iniciativas de formação profissional da entidade. Além disso, busca opções para reduzir a necessidade de investimento no próximo ciclo olímpico. ?Todo o negócio está olhando de forma mais atenta para suas receitas e despesas. Somos uma organização que não tem recursos ilimitados?, disse Larry Probst, representante do USOC e presidente da Eletronic Arts. O orçamento do USOC para 2009 é de US$ 140 milhões (R$ 337,6 milhões). A organização possui 17 acordos de patrocínio até 2012, mas encontra problemas para preencher as lacunas deixadas por empresas que não renovaram, como AT & T e Bank of America.