Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Comitês Olímpico e Paralímpico criarão streaming no Reino Unido

GB Sport Media gerenciará direitos comerciais e de transmissão de 26 entidades

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 30/01/2020, às 09h07 - Atualizado às 12h07

Imagem Comitês Olímpico e Paralímpico criarão streaming no Reino Unido

Os órgãos olímpico e paralímpico do Reino Unido decidiram se unir para criar uma empresa com o objetivo de gerenciar coletivamente seus direitos de mídia. A ideia é criar uma plataforma de OTT em parceria com uma organização de mídia. Para isso, haverá uma licitação.

Com o nome de GB Sport Media, a empresa gerenciará os direitos comerciais e de transmissão de 26 entidades, que incluem modalidades como natação, remo, ciclismo e tiro com arco. Dominic Coles, ex-executivo sênior do grupo Discovery e também da BBC, será o líder do projeto.

Coles pretende criar uma plataforma que explorará as mais de 2.600 horas de conteúdo focado no Reino Unido, complementadas por competições internacionais não-exclusivas. A plataforma, que estará disponível apenas no Reino Unido, também mostrará imagens de bastidores e entrevistas.

Foto: Reprodução / Twitter (@BritishRowing)

"Estamos abertos a trabalhar em parceria com emissoras, e essas conversas fazem parte do processo de licitação em andamento. Queremos um relacionamento de longo prazo com uma organização que compreenda o potencial estratégico e comercial inerente aos esportes olímpicos e paralímpicos no Reino Unido", revelou a GB Sport Media ao site SportBusiness.

De acordo com a publicação, ainda não foi decidido, no entanto, se o portfólio de direitos será explorado exclusivamente na plataforma proposta ou distribuído a outras emissoras. O resultado da licitação também determinará o tipo de modelo de negócios que a plataforma OTT vai empregar. O serviço está previsto para ser lançado após os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020.