Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Contra Crefisa, BMG fecha aporte máster com Corinthians

Marca usada pelo banco será a Help, especializada em empréstimo pessoal

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 17/01/2019, às 07h34 - Atualizado às 09h34

Imagem Contra Crefisa, BMG fecha aporte máster com Corinthians

Após quase dois anos, o Corinthians voltará a ter um patrocinador máster. E a empresa que acertou com o time é uma velha conhecida do mercado do futebol, o BMG. A marca usada, no entanto, deverá ser a Help, especializada em empréstimo pessoal. A instituição é uma concorrente direta da Crefisa, que mantém aporte ao maior rival do clube paulista, o Palmeiras.

Foto: Reprodução

A informação inicial foi divulgada pelo colunista Lauro Jardim, do jornal "O Globo". O Corinthians ainda não fez nenhuma declaração oficial sobre a nova parceria, mas o BMG usou as redes sociais para deixar mais claro o objetivo da empresa.

Após os rumores na imprensa sobre o patrocínio graças à nota de Lauro Jardim, o BMG brincou no Twitter: "Se esse perfil passar de 21.813 seguidores até as 23h59 de hoje, esclareceremos alguns rumores amanhã, fielmente às 12h30. #VaiBMG".

A meta não era aleatória. O número de seguidores a ser alcançado era o mesmo que mantinha a Crefisa na rede social, no momento em que a mensagem foi divulgada. A conta do BMG, que tinha pouco mais de 7 mil seguidores, chegou ao objetivo em menos de duas horas.

Os valores não foram vazados por ora. O Corinthians queria manter o patamar da Caixa que, até 2017, pagava R$ 30 milhões anuais ao clube. Na proposta de renovação, a antiga diretoria do time recusou proposta de redução para R$ 25 milhões.

Com o Corinthians, a Help se posiciona ao lado da Crefisa, também focada em crédito pessoal. A marca tem tido destaque no futebol pela massiva presença no Palmeiras, com exclusividade no uniforme da equipe e um contrato de cerca de R$ 80 milhões ao ano, o maior acordo comercial do futebol brasileiro.

LEIA MAIS: Análise: Bancos erram ao ativar o patrocínio

No Corinthians, a Help deverá ter um investimento consideravelmente menor e também menos espaço na camisa. A marca deverá ficar apenas na parte da frente do uniforme, já que a Positivo mantém aporte nas costas. PES, Universidade Brasil e Guaraná Poty, além da Nike, completam as marcas nas vestimentas do time.

O BMG faz um retorno ao protagonismo do futebol brasileiro. Em 2011, a companhia chegou a ter a marca na camisa de cinco clubes da Série A do Campeonato Brasileiro, como São Paulo e Santos. A Help, no entanto, é um projeto mais novo. Ela surgiu em 2016, como uma rede de franquias do BMG, com lojas focadas em empréstimo consignado. Foi com a nova marca a última participação do banco no futebol brasileiro. Em 2018, a companhia esteve presente na camisa do Vasco em aportes pontuais.