Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Copa do Brasil foca na entrega de experiência para obter sucesso

Case da competição foi assunto que fechou o Fórum Máquina do Esporte

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 25/11/2019, às 17h49

Imagem Copa do Brasil foca na entrega de experiência para obter sucesso

Na última palestra do 2º Fórum Máquina do Esporte, o tema foi o case da Copa do Brasil, vencedor do Prêmio Máquina do Esporte em 2018. O palestrante foi Gustavo Andrade, da agência Klefer, que detém os direitos comerciais da competição. É ele quem faz, hoje em dia, a gestão de todos os canais de comunicação nas diferentes plataformas e ainda supervisiona o atendimento aos patrocinadores e cuida dos planos comerciais do torneio.

O executivo falou sobre todo o projeto digital que envolve o torneio, em especial plataformas como o #TôDentro. O destaque, no entanto, ficou com o #GoLive, que foi criado em 2018 para ser um conteúdo na segunda tela para os torcedores acompanharem a decisão do torneio. O #GoLive serve para que as marcas tenham visibilidade e ainda de forma personalizada.

Neste ano, no duelo pelo título entre Internacional e Athletico Paranaense, a plataforma chegou à expressiva marca de 3,4 milhões de fãs no dia da final e atraiu a atenção de Lupo e Domino's, marcas que não estavam relacionadas à competição e só patrocinaram a live da decisão. Foi a live mais assistida da história do país que não tinha um jogo ao vivo na tela.

Foto: Máquina do Esporte

"Percebemos que não basta apenas gerar visibilidade dentro de campo. Por isso, decidimos que precisávamos entregar experiências não só para marcas mas para todos os agentes envolvidos na competição. Além disso, ficou claro como o 'ao vivo' é relevante, é interessante e como é possível utilizá-lo mesmo sem ter os direitos de transmissão do evento que, no caso, são da Globo", explicou Gustavo.

O sucesso da Copa do Brasil também pode ser sentido na evolução dos números nos últimos anos. Os engajamentos em 2015 alcançaram a marca de 331 mil. Esse número cresceu para 781 mil em 2016, 2,8 milhões em 2017 e 8,3 milhões em 2018. Para fechar, a competição possui 1,7 milhão de seguidores nas redes sociais atualmente, sendo 1,1 milhão no Facebook, 408 mil no Instagram e 205 mil no Twitter.