Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Copagaz ativa Rio Open com ação em projeto de tênis na Rocinha

Marca quer aproveitar torneio para arrecadar recursos por meio de doações

Wagner Giannella - Rio de Janeiro (RJ) Publicado em 19/02/2020, às 08h25 - Atualizado às 11h25

Imagem Copagaz ativa Rio Open com ação em projeto de tênis na Rocinha

Patrocinadora do Rio Open pelo segundo ano consecutivo, a Copagaz, quinta maior distribuidora de GLP (o popular gás de cozinha) do país, decidiu aproveitar a realização do torneio para uma ação social. A ideia é arrecadar recursos por meio de doações para o projeto do tenista Fabiano de Paula, que possui uma escolinha de tênis na comunidade da Rocinha, a maior da capital fluminense e também do país.

Foto: Wagner Giannella

Com quatro anos de existência, o projeto faz parte de um programa de iniciação esportiva da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje). Até hoje, ofereceu oportunidade para o desenvolvimento de cerca de 300 jovens carentes.

"Esta iniciativa reforça nosso compromisso com a sociedade. A responsabilidade social e o cuidado com as pessoas sempre estiveram no nosso DNA. Queremos incentivar estes jovens para que aproveitem a oportunidade de construir uma vida digna, oferecendo, para isso, um caminho através do esporte", afirmou Pedro Turqueto, diretor de desenvolvimento e gestão da Copagaz.

"Nós temos um amplo conhecimento da vulnerabilidade de muitos grupos sociais. Acreditamos que o esporte é uma ponte para que os jovens de comunidades carentes possam ter uma expectativa melhor para suas vidas", destacou Fabiano de Paula.

Até o próximo domingo (23), data da final do torneio, o objetivo é arrecadar materiais esportivos, uniformes e gerar ajuda financeira para até 70 crianças atendidas. Além disso, a Copagaz ainda usará o Rio Open para divulgar e envolver jogadores, espectadores e entusiastas do tênis em geral em uma ação por meio da plataforma de crowdfunding (financiamento coletivo) "Catarse". 

Para isso, a empresa criou um site que permite que as pessoas façam suas doações. A própria companhia fará uma doação de R$ 100 em nome de cada um dos seus convidados para o torneio, que receberão uma carta com esta informação, sendo também um incentivo para que participem da ação.

Foto: Divulgação / Copagaz