Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Covid-19 leva Itália e Espanha a atitudes drásticas no esporte

Esporte italiano vai parar até 3 de abril; futebol espanhol será sem torcida

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 10/03/2020, às 14h15

Imagem Covid-19 leva Itália e Espanha a atitudes drásticas no esporte

O Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni) anunciou a paralisação de todas as competições esportivas nacionais até o dia 3 de abril. A decisão, que foi tomada por conta do surto do coronavírus Covid-19 no país, teve a concordância das principais federações do esporte italiano, entre elas a Federação Italiana de Futebol (Figc), que também suspenderá a Serie A (Campeonato Italiano).

A decisão, no entanto, não engloba competições internacionais. Juventus e Atalanta entrarão em campo pelas oitavas de final da Champions League, assim como Inter de Milão e Roma também poderão atuar pela mesma fase da Europa League.

LEIA MAIS: Coronavírus Covid-19 cria rombo no mercado esportivo

LEIA MAIS: Covid-19 faz NBA, MLB, NHL e MLS limitarem acesso a vestiários

LEIA MAIS: Premier League poderá liberar streaming devido ao coronavírus

LEIA MAIS: Covid-19 leva Itália e Espanha a atitudes drásticas no esporte

"Todas as decisões devem ser consideradas corretas e em total conformidade com as regras e leis emitidas. Todas as atividades esportivas, em todos os níveis, estão suspensas até o dia 3 de abril. Solicitamos ao governo que inclua o setor esportivo, profissional e amador, no plano de apoio econômico, que pode compensar os inconvenientes e emergências que o esporte enfrentou com senso de dever", afirmou o Coni, em comunicado.

Clássico entre Juventus e Inter de Milão foi disputado no último domingo (8) com portões fechados; Comitê Olímpico Nacional Italiano considerou que medida a ser tomada no esporte italiano deveria ser mais drástica e interrompeu todas as competições esportivas até 3 de abril (Foto: Reprodução / Twitter (@juventusfc))

Na Espanha, a decisão das autoridades foi um pouco mais branda. Por ordem do Conselho Superior de Esportes (CSD), os jogos da LaLiga Santander e da LaLiga SmartBank (primeira e segunda divisões do futebol espanhol, respectivamente) serão disputados com portões fechados. A medida começa a valer a partir desta terça-feira (10) e durará pelo menos duas semanas.

A regra será aplicada também em competições internacionais, como é o caso da Champions League. Valencia x Atalanta e Barcelona x Napoli, ambos pelos jogos de volta das oitavas de final do torneio serão jogados em território espanhol e sem a presença de torcedores.

A LaLiga afirmou que continuará em contato permanente com o Ministério da Saúde e a CSD para seguir as recomendações e/ou decisões, priorizando a saúde de torcedores, jogadores, funcionários de clubes e jornalistas. A entidade ainda revelou que tem trabalhado há algumas semanas em planos alternativos em conjunto com a UEFA para caso as autoridades de saúde decidam suspender qualquer partida, criando, a partir daí, um plano para jogá-las.

Nesta terça-feira (10), o judô também decidiu aumentar o número de medidas de segurança. Uma reunião extraordinária do Comitê Executivo da Federação Internacional de Judô chegou a três deliberações votadas de forma unânime.

São elas: o período de qualificação olímpica será prorrogado até 30 de junho; o Campeonato Continental planejado para ser realizado no período até 30 de abril será adiado, e todos os eventos das categorias cadete e júnior também serão cancelados até 30 de abril. Vale lembrar que, nos últimos dias, o Grand Slam de Judô de Ekaterimburgo, na Rússia, já havia sido cancelado.