Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Crescimento de brasileiros bate portugueses em 81%

Redação Publicado em 28/06/2010, às 09h00 - Atualizado às 12h00

Imagem Crescimento de brasileiros bate portugueses em 81%

O embate entre Brasil e Portugal na Copa do Mundo da África do Sul, no qual ambas as equipes não conseguiram marcar e deixaram o campo com empate sem gols, motivou a comparação entre os três maiores clubes portugueses, Benfica, Porto e Sporting, e os três times com maiores receitas em São Paulo - Corinthians, Palmeiras e São Paulo.

Entre 2007 e 2009, período analisado pela consultoria Crowe Horwath RCS, o trio português cresceu pouco mais de 5% em termos financeiros, enquanto os brasileiros tiveram aumento de 86%. Para realizar a comparação, a moeda brasileira foi convertida em euros e, nesse contexto, essa conversão interfere no resultado, uma vez que o real se valorizou em aproximadamente 25% em relação à moeda europeia.

O estudo, contudo, indica que o fator responsável por alavancar os brasileiros é o aumento das receitas com exceção às transferências de jogadores. Enquanto Corinthians, Palmeiras e São Paulo elevaram esse número em 150%, 93% e 47%, respectivamente, Porto e Sporting tiveram acréscimo de 24% e 17% e Benfica registrou queda de 20%.

Entretanto, a evolução ainda não colocou o trio brasileiro à frente dos portugueses em todos quesitos. Em 2009, o montante arrecadado por Porto esteve em 68,1 milhões de euros, em análise que novamente descarta as vendas de atletas. São Paulo (64,4 milhões de euros), Corinthians (60,7 milhões de euros) e Palmeiras (48,7 milhões de euros) terminaram o ano abaixo desse patamar.