Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Crise pode tirar Barclays do Inglês

Crise pode tirar Barclays do Inglês

Redação em São Paulo - SP Publicado em 18/12/2008, às 14h00

Um dos maiores bancos europeus, o Barclays, patrocinador master do Campeonato Inglês desde 2001, pode rever seu patrocínio à competição em 2010. No meio da crise financeira mundial, a instituição já abriu espaço para capital do Oriente Médio e pode cortar verba dos aportes no esporte para reduzir gastos. ?Haverá uma revisão de nossos patrocínios a fim de avaliar se estamos tendo forte retorno dos investimentos internacionais?, Libby Chambers, membro do departamento comercial e de marketing do Barclays. O contrato atual com o Campeonato Inglês vai até o fim da temporada 2009/10, e vale cerca de 65 milhões de libras (R$ 233 milhões) por ano. Além da competição, o Barclays também patrocina o torneio final da Associação de Tenistas Profissionais (ATP), com valor de US$ 7 milhões anuais (R$ 16,5 milhões) por cinco anos. No fim de outubro, o Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos) chegou a abrir uma linha de crédito de US$ 30 bilhões (R$ 71 bilhões) para o Barclays e o Royal Bank of Scotland (RBS), que também vive situação complicada. Para evitar um agravamento de sua situação, o banco aceitou, no último mês de novembro, um aporte de US$ 10,5 bilhões (R$ 24,8 bilhões) de um fundo de investimentos do Oriente Médio. Em troca, os executivos dos Emirados Árabes Unidos e do Qatar assumiram 32% das ações do Barclays.