Cruzeiro concentra Twitter e intensifica redes sociais

Sucesso no Facebook estimulou time a apostar em conta única no Twitter

Sucesso no Facebook estimulou time a apostar em conta única no Twitter

O Cruzeiro alterou a política de comunicação que mantinha no Twitter. Após manter perfis múltiplos, divididos de acordo com a natureza do assunto, o clube mineiro decidiu concentrar toda a informação que fornece aos torcedores nessa rede social em uma única conta. A expectativa é que seja atraído maior volume de seguidores.

"Com maior número de pessoas nos seguindo, de repente, a ferramenta pode virar contrapartida em alguma negociação de patrocínio", projeta Marcone Barbosa, diretor de marketing da equipe. Para que a mídia social se torne propriedade comercial, na visão dele, porém, é necessário chegar a pelo menos um milhão de seguidores. 

O principal motivo de otimismo nesse aspecto está em outra rede social, o Facebook. Após intensificar a presença nela, como irá fazer com o Twitter dessa vez, o Cruzeiro conseguiu amealhar mais de 111 mil torcedores, e esse número torna a página não apenas em potencial espaço comercial, mas em ferramenta de pesquisa.

Por meio do Facebook, por exemplo, o clube celeste conseguiu identificar que a maior parte dos seguidores está na capital mineira, Belo Horizonte, com cerca de 70 mil pessoas. A segunda cidade com mais fãs do Cruzeiro, e aí reside a surpresa, é São Paulo, com 23 mil. Uberl"ndia está em terceiro, com sete mil torcedores.

"Quando olhávamos para estádios paulistas em dia de jogo do Cruzeiro, imaginávamos que estavam lotados por causa de caravanas, mas agora percebemos que há muitos torcedores da equipe em São Paulo", conta o diretor. A partir dessa constatação, tornou-se razoável pensar em ações de marketing para cruzeirenses na capital paulista.