Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Dakar negocia volta de rali para a África

Há dez anos, provas acontecem na América do Sul

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 24/05/2018, às 14h09

Imagem Dakar negocia volta de rali para a África

A Amaury Sport Organization, empresa que gerencia o Rally Dakar, negocia o retorno da competição para o continente africano após dez anos.

Segundo Etienne Lavigne, diretor da competição, após a edição de 2018 do rali ser disputada somente na Argentina, a ASO viu-se obrigada a negociar com outros países para manter o caráter de “maior rali do mundo” do Dakar. A migração para a América do Sul aconteceu em 2009, após problemas com a violência no Saara.

Em 2019, a competição já está confirmada no Peru. A volta à África, portanto, deve acontecer a partir de 2020. Segundo a organização, já há conversas com países como Argélia, Angola e Namíbia.

Até 2008, as disputas aconteciam na Europa e na África, com a finalização das corridas no Senegal. Em 2007, o percurso foi entre Lisboa e Dakar, mas no ano seguinte, após ameaças terroristas, o evento foi cancelado. Em 2009, a competição foi de Buenos Aires até Valparaíso, no litoral chileno.