Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

DAZN cresce e poderá ser visto em plataforma de TV na Espanha

No país, serviço possui MotoGP e já fechou com Euroliga e Premier League

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 12/04/2019, às 11h23

Imagem DAZN cresce e poderá ser visto em plataforma de TV na Espanha

O DAZN anunciou um passo importante em seu crescimento no mercado espanhol. O serviço poderá ser visto na plataforma de TV da Yoigo, quarta maior operadora de rede móvel na Espanha, por meio da Agile TV, um sistema que consiste em um decodificador que funciona por meio da plataforma Android TV, compatível com o aplicativo do DAZN.

Em outras palavras, o serviço de streaming esportivo poderá ser visto por meio da plataforma Yoigo, mas sem a necessidade de um acordo com a empresa de telecomunicações. Desta forma, a Agile TV incorpora um novo serviço audiovisual disponível a seus consumidores, depois de ter adicionado outros como Sky e Amazon Prime Video nos últimos meses.

Foto: Reprodução

De acordo com o site espanhol Palco23, o DAZN não assinou contratos de distribuição com outras plataformas de TV paga, mas admitiu, durante sua apresentação no país, que planeja explorar esse caminho para crescer. Assim, garantiria uma redução nos riscos assumidos com a compra de direitos esportivos, que, em território espanhol, representam € 90 milhões por ano.

Vale ressaltar que o modelo do DAZN é diferente do proposto pelos grandes grupos de telecomunicações, que optaram por disparar o preço dos direitos audiovisuais em toda a Europa. As transmissões de competições de futebol foram um elemento vital para atrair clientes para a venda de outros serviços, como telefonia fixa e móvel, fibra ótica e também televisão.

O DAZN, por outro lado, optou por um modelo mais flexível, baseado apenas na exibição de conteúdo esportivo e sem contratos permanentes. Atualmente, o serviço de streaming possui os direitos da MotoGP e já adquiriu a Euroliga de basquete e a Premier League com exclusividade a partir da próxima temporada.