De presidente novo, Santa Cruz perde patrocinador

Clube, no entanto, deve renovar acordos com Votorantim, BMG e Shineray

Clube, no entanto, deve renovar acordos com Votorantim, BMG e Shineray

A nova gestão do Santa Cruz, em Pernambuco, sofreu a primeira baixa no grupo de patrocinadores do clube tricolor. A Primor, marca de margarinas da Bunge Alimentos, decidiu não renovar o aporte ao time, por mudanças estratégicas acarretadas por troca de diretores.

Apesar da má notícia, o departamento comandado por Luiz Henrique Vieira, diretor de comunicação e marketing da chapa de Antônio Luiz Neto, dá como certa a renovação dos contratos de três outros patrocinadores: Votorantim, BMG e Shineray.

De acordo com o dirigente, as três empresas já se manifestaram positivamente à extensão dos acordos por dois anos, até o fim de 2013. "Ainda há outras duas companhias interessadas em entrar, mas ainda não posso antecipar seus nomes", revela Vieira.

O diretor, na verdade, representa posição de continuidade em relação à presidência anterior, liderada por Fernando Bezerra Coelho. A gestão de Luiz Neto era apoiada pelo então presidente nas urnas e venceu o outro candidato, Sérgio Murilo, por 1.134 votos a 301.

Até poucos diantes antes da realização das eleições presidenciais, a chapa de oposição prometia o anúncio de novos patrocinadores para o Santa Cruz - dentre eles, a Ambev. A nova presidência, por sua vez, será efetivada no comando em 18 de novembro e deve buscar mais acordos.