Em negociação, Santos evita ativar saída de Marta

Marta fará neste sábado o último jogo da atual passagem pelo Santos

Marta fará neste sábado o último jogo da atual passagem pelo Santos

Que Marta não espere lágrimas, homenagens ou clima de despedida. Eleita pela Fifa a melhor jogadora de futebol feminino do mundo nos últimos cinco anos, a camisa 10 tem contrato com o Santos até o dia 6 de fevereiro e fará neste sábado a última partida de sua passagem pela Vila Belmiro. Entretanto, como ainda pretende manter a estrela em seu elenco, a equipe alvinegra não fará nenhuma festa.

Na semana passada, Marta foi anunciada como reforço do Western New York Flash, que disputará a liga profissional de futebol feminino dos Estados Unidos (WPS). A equipe já divulgou até uma previsão de que a brasileira faça sua estreia no dia 17 de abril, mas o contrato ainda não foi assinado.

Mesmo se assinar, o que é provável, Marta permanecerá no Brasil por um período. A expectativa da diretoria do Santos é que esse tempo sirva para convencê-la a voltar ao clube depois do término da liga norte-americana.

O problema é que o Santos ainda não conseguiu viabilizar financeiramente a continuidade de Marta na equipe. A diretoria alvinegra não fala em valores, mas a camisa 10 tem um salário em torno de R$ 150 mil mensais.

Neste sábado, as únicas ações especiais do Santos serão patrocínios especiais para o último jogo de Marta. O time alvinegro terá a Weber Saint-Gobain, empresa dona do Cimentcola Quartzolit, na cota máster de seu uniforme (peito e costas). A Me2, companhia de Santos que trabalha com eventos, ocupará o espaço nos ombros.

O jogo do Santos contra a seleção da Coreia do Norte será realizado na Vila Belmiro, às 16h, com transmissão ao vivo em rede aberta pela Bandeirantes. A partida não terá cobrança de ingressos.