Embratel faz consórcio com Claro por 2016

Carlos Slim: mexicano é dono do grupo que mantém as duas empresas

Carlos Slim: mexicano é dono do grupo que mantém as duas empresas

Conforme o ex-atacante Ronaldo havia afirmado em sua conta do Twitter, a Claro é, de fato, a nova patrocinadora dos Jogos Olímpicos de 2016. A empresa, no entanto, não entrou sozinha nessa empreitada: trata-se de um consórcio com a Embratel. Em comum, as empresas têm o bilionário mexicano Carlos Slim como dono de ambas.

As empresas se uniram para fechar a cota exclusiva de serviços de telecomunicação dos Jogos Olímpicos de 2016. O Comitê Olímpico Internacional vende os patrocínios do evento por categoria. A outra empresa brasileira que já havia fechado com a organização foi o Bradesco, como banco e como seguradora.

Com as duas empresas, Slim garantiu a sua presença nas telecomunicações do evento realizado na América Latina. A Embratel é da Telmex, que tem o mexicano como dono, assim como a América Móvil, detentora da Claro.

Ambas as marcas poderão fazer a associação com os Jogos Olímpicos já neste mês; o acordo foi assinado nesta sexta-feira. Segundo José Formoso Martínez, presidente da Embratel, a “parceria que hoje se inicia será uma oportunidade de ouro para demonstrar a qualidade dos serviços do consórcio Embratel-Claro”.

Já Leonardo Gryner, diretor geral do Comitê Rio 2016, enalteceu a proposta do consórcio retirando o peso do fator financeiro do acordo. “O Consórcio Embratel-Claro apresentou a melhor proposta e a mais consistente do ponto de vista técnico. Ela contempla projetos de apoio ao desenvolvimento do esporte olímpico brasileiro e de promoção dos Jogos Olímpicos Rio 2016 por todo o país”, afirmou em declaração oficial.