Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Empresas se unem ao Guaraná Antarctica pelo futebol feminino

Agência Almap BBDO, além de Boticário, DMCard, GOL e Lay’s, "abraçaram" ideia

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 22/05/2019, às 10h13

Imagem Empresas se unem ao Guaraná Antarctica pelo futebol feminino

Há cerca de duas semanas, o Guaraná Antarctica divulgou uma campanha em que, pela primeira vez, apenas jogadoras da seleção brasileira feminina de futebol foram retratadas. Além disso, a marca ainda usou a campanha para provocar outras empresas, lançando um desafio para que aderissem à equipe feminina.

A resposta do mercado foi rápida. A agência de publicidade Almap BBDO, além de quatro marcas (Boticário, DMCard, GOL e Lay's) abraçaram o "chamado" do Guaraná Antarctica e se tornaram as primeiras a entrarem no movimento de apoio à modalidade no Brasil. O objetivo é dar cada vez mais visibilidade ao futebol feminino no país, ainda mais às vésperas da disputa de uma Copa do Mundo.

Em sua campanha, o Guaraná Antartica produziu um ensaio fotográfico com Cristiane, Andressinha e Fabi. Agora, as outras marcas demonstraram interesse em algumas dessas imagens. O valor arrecadado com a venda será dividido entre as jogadoras e o "Joga Miga", projeto sem fins lucrativos que conecta mulheres que querem jogar futebol em todo o Brasil.

Foto: Divulgação / Guaraná Antarctica

"Neste ano tem mundial feminino e raras são as marcas que estão usando as jogadoras nos seus comerciais. É aquele círculo vicioso: o futebol feminino não é mais popular porque não recebe mais investimento ou ele não recebe mais investimento porque não é mais popular? De qualquer maneira, ele precisa de mais propaganda e é muito gratificante não só participar da criação desta campanha para Guaraná Antarctica mas ver também o interesse de tantas outras grandes marcas em se juntar a esse movimento", afirmou Keka Morelle, diretora executiva de criação da campanha ao lado de Marcelo Nogueira, ambos da AlmapBBDO.

"Estamos muito felizes em apoiar essa iniciativa tão relevante para valorizar o futebol feminino. O Boticário apoia projetos que reforçam seus valores, e a representatividade feminina é um deles. Recentemente, o Grupo Boticário anunciou a iniciativa 'Com você Jogo Melhor', que vai liberar os colaboradores para assistirem aos jogos da Seleção feminina durante a Copa do Mundo, então faz muito sentido nos unirmos a este movimento", revelou Cristiane Irigon, diretora de comunicação do Boticário.

"Ao tomar conhecimento da campanha, ficamos muito felizes ao ver que as mulheres estão começando a receber reconhecimento pelo seu talento no esporte. Para nós, o desafio já fora aceito, até mesmo antes dele existir, mostrando que a DMCard está no caminho certo em um de seus valores mais significativos, a inclusão", declarou Carlos Tamaki, diretor financeiro da DMCard.

"A GOL apoia o crescimento e o desenvolvimento do esporte brasileiro e é com muito orgulho que somos a companhia aérea oficial das seleções feminina e masculina de futebol. Juntos, vamos levar a torcida para vibrar muito nos jogos", disse German Carmona, gerente de marketing da GOL.

"A Lay's ativa globalmente o futebol, e desde que a marca chegou ao Brasil, onde o esporte é paixão nacional, nos mantivemos conectados com essa plataforma e de fato vimos que a representatividade feminina nesse ambiente ainda é inexpressiva, o que nos levou a promover ações inéditas como 'A narradora', reality show que levou a primeira mulher brasileira a narrar um jogo da semifinal da Uefa Champions League. Por isso, quando surgiu o convite do Guaraná, topamos de cara, pois está alinhado com o que acreditamos", explicou Anna Carolina Teixeira, diretora de marketing da Lay's no Brasil.

Com as primeiras respostas positivas, o Guaraná Antarctica pretende revelar os nomes de novas empresas parceiras em breve. As marcas que ainda quiserem entrar no movimento podem enviar mensagem para a marca de refrigerante pelas redes sociais.

"Ficamos muito felizes com a adesão das primeiras empresas. Quanto mais marcas entrarem nessa causa, melhor. Queremos não apenas ajudar as jogadoras da seleção brasileira mas também o futebol feminino no país. A modalidade sempre nos deu orgulho, sendo praticada pelos homens ou pelas mulheres. Esse esporte 'É Coisa Nossa'", concluiu Daniel Silber, gerente de marketing do Guaraná Antarctica.